Hipnose PNL BH na Mídia

Hipnose na Mídia

Hipnólogo  mostra como a hipnose pode tratar diversos transtornos.
Acompanhando de perto algumas sessões com o hipnoterapeuta Valdecy Carneiro, que fala de mitos e verdades sobre esse tema, além de mostrar vários problemas que a hipnose ajuda a tratar, como depressão, fobias e obesidade.





Para melhorar o desempenho e o foco, estudantes têm recorrido a técnicas inusitadas, como a hipnose e a programação neurolinguística (PNL).

 O candidato geralmente fica muito ansioso, porque são muitas matérias para estudar, desde o dia que sai o edital, até o dia do concurso", diz Miriam, acrescentando ainda que o número de sessões vária de cada pessoa – em média, segundo ela, com dez sessões já se percebe um melhor aprendizado.

Segundo Miriam, a hipnose pode ser utilizada como um método investigativo ou em tratamento contra males como depressão, ansiedades, fobias, síndrome do pânico, estresse, estresse pós-traumático, tiques, obesidade, tabagismo, dificuldade de aprendizado, transtorno do sono, baixa autoestima, compulsões, estresse, tartamudez (gagueira), doenças psicossomáticas, dores de forma geral, sobretudo enxaquecas.

“A PNL atua estimulando o cérebro a obter uma sequência eficaz que abrange a organização do pensamento, a capacidade de compreensão da leitura com a retenção do conteúdo e a produção da escrita organizada, através de técnicas específicas, favorecendo o indivíduo a obter êxito em seu aprendizado”, afirma a fonoaudióloga Mônica Rosa.

Segundo Mônica, a PNL ajuda os candidatos que farão concursos por meio do ensinamento do uso adequado dos sistemas representacionais da linguagem, memória e aprendizagem e uso de mapas mentais.
Ela pode ser praticada em um treinamento semanal, de acordo com os objetivos e metas do indivíduo ou realizado de outras maneiras que atendam os padrões específicos de cada pessoa.

G1 acompanhou sessão de hipnose; veja como ela é realizada.





Programa manhã  totalL - Programação da mente: conheça a PNL.






Mais Você (TV Globo) PNL: Seu uso na cura de fobias.

















Comentários